quinta-feira, 31 de março de 2011

Entrevista - Revista Administradores

Por Simão Mairins - Revista Administradores

1 - Que habilidades são auferidas pelo teste da Anpad?
Prof. Milton Araújo - O Teste ANPAD é um exame de seleção, com características semelhantes a um Concurso Público ou a um Vestibular, e outras mais específicas que visam, por exemplo, testar as habilidades cognitivas do candidato, frente a diversas situações (questões) cujo propósito é avaliar a capacidade de leitura atenta e crítica, o raciocínio rápido, o bom preparo e a tranqüilidade na tomada de decisão. Essas características intrínsecas ao Teste ANPAD fazem dele um autêntico Exame de Proficiência, que só pode ser comparado a exames do tipo GMAT ou GRE.

2 - Quem precisa fazer o teste? Onde ele é exigido?
Prof. Milton Araújo - A prova é direcionada aos postulantes a Pós-Graduação em Administração de Empresas e Ciências Contábeis de mais de 100 Programas associados à ANPAD em todo o País. Ainda que existam algumas organizações não-acadêmicas que reconhecem o Teste ANPAD, em minha opinião ele é ainda pouco utilizado fora de instituições de ensino superior, talvez pelo desconhecimento da qualidade do Teste como eficiente instrumento de avaliação e seleção.
Estão aptos a prestar o exame todos os que tiverem curso superior em qualquer área.

3 - Em que período do ano, normalmente, é realizado o teste da Anpad?
Prof. Milton Araújo - O Teste ocorre três vezes ao ano: em fevereiro, em junho e em setembro. Em geral as provas são aplicadas no primeiro domingo de cada um dos meses citados, salvo se esse dia coincidir com algum feriado, caso em que passa para o segundo domingo do mês.

4 - Ultimamente, diante da desregulamentação de algumas profissões, tem se discutido a ideia de se criar, para a Administração, um exame como o da OAB, numa tentativa de conter a corrente que defende o fim da obrigatoriedade do diploma para o exercício da profissão. Você acha que tornar pré-requisito o teste da Anpad ou outro semelhante seria uma alternativa para essa espécie de exame de ordem da Administração?
Prof. Milton Araújo - Este problema da desregulamentação de algumas profissões é um pouco inquietante e pediria um foro mais amplo para ser discutido. Em minha opinião, os burocratas que defendem tais ideias deveriam se preocupar mais com a qualidade do ensino desde a pré-escola, para que não tenhamos tantos egressos das faculdades que demonstram total despreparo para o exercício profissional. Mas, deixando um pouco à parte minha opinião e respondendo a tua pergunta, creio que tornar o Teste ANPAD um pré-requisito para o exercício da profissão de Administrador seria excelente, dada a qualidade do Teste como instrumento avaliador. A prova é elaborada por bancas de alto nível (todos são Doutores), e, na atualidade, nenhum outro exame de seleção é tão bem-elaborado quanto este. Um profissional que passe por este Teste estará, com certeza, plenamente qualificado para o exercício da sua profissão.

5 - Quais as principais dificuldades que você percebe nos alunos que se preparam para o teste da Anpad?
Prof. Milton Araújo - O ponto fundamental está na autoconfiança dos candidatos. Trata-se de pessoas com inteligência acima da média, mas que, ainda assim, não se consideram capazes de superar a barreira do Teste. Mesmo assim, a motivação para estudar e desenvolver técnicas cognitivas é grande. Tudo o que os candidatos precisam saber é como superar as armadilhas da prova, e isto se faz com informação apropriada e muito treinamento. Felizmente, o pessoal tem superado com facilidade a “barreira” que é o sentimento de inadequação. Tenho visto resultados surpreendentes! Alunos gabaritando provas ou atingindo escores acima de 500 pontos, ou até mesmo 600.

6 - Que dicas que você deixa para quem está se preparando ou pretende se preparar para o teste da Anpad?
Prof. Milton Araújo - A primeira delas é o candidato estudar muito. Para nós a equação é “heurística + estudo = aprovação”. Aconselho a todos a aquisição de pelo menos o último caderno de Testes da própria ANPAD, pois é nele que a banca se inspira para a elaboração dos próximos testes, e tentar resolver pelo menos uma prova por semana. A segunda dica é buscar material didático adequado. Refiro-me aqui ao instrumental teórico. Em se tratando de Raciocínio Lógico, por exemplo, é desaconselhável recorrer às apostilas, por razões que todos já conhecem... Procure os livros indicados na bibliografia da ANPAD, visto que aqueles materiais também servem de inspiração para as bancas. A terceira dica é: “tenha disciplina”; estude regularmente, mas não faça sacrifícios exagerados. Como diz Robert Wong: “O sucesso está no equilíbrio”. Isto é uma grande verdade! A quarta dica é: busque muita informação, leia muito, mas desenvolva metodologia própria para atacar, raciocinar e responder rapidamente as questões. O tempo, como todos sabem, é fator decisivo nesse Teste. Mas ninguém conseguirá administrar bem o tempo da prova se não estiver adequadamente preparado. Para finalizar, deixo aqui um provérbio, cujo autor infelizmente eu desconheço, para o candidato refletir: “A Oportunidade é uma dama altiva, pois não perde tempo com os despreparados.” Então, só me resta dizer Boa Sorte a todos.
Muito Obrigado!

Trechos desta entrevista foram publicados na Revista Administradores nº 3 - edição de março de 2011
Para assinar a revista: www.administradores.com.br/revista

Nenhum comentário: